Clínicas apresenta obras e economia de recursos

Clínicas apresenta obras e economia de recursos

Inauguração está mantida para novembro de 2017

Mauren Xavier

Houve a intervenção em 25 metros de profundidade do solo, sendo que apenas nove estão visíveis

publicidade

A construção dos dois prédios anexos do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) completa um ano com o cronograma de execução em dia (17,02%) e com economia de recursos. Os dados foram apresentados na manhã desta sexta-feira pela direção do hospital, que detalhou o andamento da obra neste período e relatou os benefícios no atendimento de pacientes após a sua conclusão. Neste primeiro ano, houve uma economia de R$ 11 milhões fruto da aplicação da Lei de Desoneração Fiscal da Folha de Pagamento.

A inauguração está mantida para novembro de 2017. A expectativa é de que a ocupação dos espaços seja gradual e que haja a necessidade da contratação de cerca de 700 novos funcionários. 

A situação da emergência é emblemática. A ala enfrenta a superlotação, que já faz parte da rotina da instituição. Com o novo anexo, o serviço terá o seu espaço triplicado. Mesmo assim, o presidente do HCPA, Amarilio Vieira de Macedo Neto, reconhece que não será suficiente para atender toda a demanda, caso não haja mudanças na rede pública de saúde, mas garantirá melhores condições de atendimento.

Além da qualificação do serviço ao paciente, será valorizado os espaços para os estudantes, uma vez que o hospital universitário é vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Ao longo dos andares serão instaladas salas de estudos e de aula, além de auditórios e laboratórios. Sobre o atual prédio, ainda há discussões internas sobre quais áreas serão remodeladas e o que será feito naqueles espaços que vierem a ficar disponíveis.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895