Com 647 hospitalizações, ocupação de UTIs apresenta leve aumento em Porto Alegre

Com 647 hospitalizações, ocupação de UTIs apresenta leve aumento em Porto Alegre

Do total, 147 pacientes tinham diagnóstico para a Covid-19 nesta segunda-feira

Felipe Samuel

Do total, 147 pacientes tinham diagnóstico para a Covid-19

publicidade

A ocupação dos leitos de terapia intensiva em Porto Alegre apresentava tendência de crescimento até o início da noite desta segunda-feira, com 647 hospitalizações. A taxa de lotação era de 88,75%. Do total, 147 pacientes tinham diagnóstico para a Covid-19 - mesmo número de internações por conta da doença da véspera. Outras dez pessoas apresentavam diagnóstico suspeito do novo coronavírus.

A exemplo da semana anterior, os hospitais Ernesto Dornelles, com 142,5% de lotação, e Nossa Senhora da Conceição (109,43%) operavam acima da capacidade. O Hospital da Restinga não tinha leitos disponíveis. Outras instituições monitoradas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) apresentavam ocupação superior a 85%: Instituto de Cardiologia, Hospital de Clínicas, Santa Casa, Mãe de Deus, Pronto Socorro, Divina Providência e Independência.

No Rio Grande do Sul, as internações em UTIs apresentavam redução em relação à véspera, com 1.861 pacientes em estado grave, o equivalente a 60,5% de taxa de ocupação. Após registrar seis dias de queda nas hospitalizações por Covid-19, a rede de saúde voltou a apresentar aumento dos casos confirmados para a doença, com 498 leitos de terapia intensiva ocupados por pacientes Covid-19.

Conforme boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (SES), mais 15 pessoas morreram em decorrência de complicações da doença. Com isso, o total de óbitos chega a 37.922 desde o início da pandemia. Outros 2.464 novos casos da doença foram confirmados, elevando o total para 2.098.858.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895