Com gelo na asa de avião, Azul cancela voo de Curitiba para Porto Alegre

Com gelo na asa de avião, Azul cancela voo de Curitiba para Porto Alegre

Companhia anunciou que implementou "plano de contingência" para minimizar impactos causados pela onda de frio que atinge o Sul do país

Correio do Povo

publicidade

O frio intenso que atinge a região Sul do Brasil favoreceu a formação de gelo nas asas de uma aeronave da Azul que iria decolar de Curitiba com destino a Porto Alegre nesta quinta-feira. 

A temperatura na região de São José dos Pinhais, onde fica o Aeroporto Internacional de Curitiba, chegou a -2ºC, segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), o que favoreceu a formação de gelo nas asas do avião. Com isso, a empresa cancelou os voos AD4730 (Curitiba-Porto Alegre) e AD4024 (Porto Alegre-Curitiba). O voo tinha previsão de decolar às 7h desta quinta-feira e retornar para a capital paranaense às 9h do mesmo dia.

“Os clientes receberam toda a assistência necessária, de acordo com a Resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e sforam reacomodados em outros voos da empresa. A companhia lamenta eventuais aborrecimentos ocorridos aos seus clientes e ressalta que medidas como essas são necessárias para conferir a segurança de suas operações”, informou a companhia, em nota.

Apesar de ser considerado incomum no Brasil, o fenômeno não é inédito. Em julho de 2017, a mesma companhia aérea enfrentou situação semelhante em Porto Alegre com cinco aeronaves.

Com bases de operação consideradas essenciais instaladas na região Sul, a Azul anunciou que iniciou um plano de contingência para minimizar os impactados da onde de frio. "O plano será importantíssimo para mapearmos alternativas em aeroportos que eventualmente sofrerem impactos mais críticos, o que nos proporcionará uma antecipação maior e que permitirá decisões mais assertivas e que impactem o mínimo possível nos voos de nossos clientes", explica Bianca Penelas, Gerente do Centro de Controle Operacional da companhia.

Frio derruba temperaturas pelo país

A massa de ar polar que trouxe neve ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina também derrubou as temperaturas nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo. As capitais catarinense e paulista tiveram a madrugada mais fria do ano nesta quinta-feira, com 4,4°C e 4,7°C respectivamente. A menor temperatura registrada hoje em todo o Brasil, contudo, ocorreu em Bom Jardim da Serra (SC), que marcou -8,6°C. Ao todo, 23 cidades catarinenses registraram neve entre a noite de quarta-feira e o dia de hoje.

Em São Paulo, a prefeitura e o governo do estado montaram uma força-tarefa para acolher moradores de rua e evitar mortes causadas pelas baixas temperaturas. Foram instaladas tendas para distribuição de sopas e uma estação do Metrô foi usada como abrigo para proteger a população sem-teto. Outras tendas também foram montadas em pontos estratégicos. Os espaços são usados para distribuição de sopas, cobertores, agasalhos e kits de higiene a moradores de rua. A previsão da prefeitura era fornecer cerca de 5 mil pratos por noite, além de distribuir 3,2 toneladas de agasalhos e cobertores obtidos em uma parceria com a Cruz Vermelha.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895