Complexo cultural deve beneficiar 50 mil pessoas no Extremo Sul de Porto Alegre
capa

Complexo cultural deve beneficiar 50 mil pessoas no Extremo Sul de Porto Alegre

Expectativa é oferecer atividades culturais, esportivas e de formação para o mercado de trabalho

Por
Samantha Klein

Espaço localizado na Restinga deve oferecer programas e ações culturais e sociais e práticas esportivas

publicidade

O complexo esportivo e cultural Estação Cidadania da Restinga foi inaugurado, na tarde desta segunda-feira, no extremo Sul de Porto Alegre. O empreendimento vai beneficiar cerca de 50 mil pessoas da Restinga e imediações. O projeto entra no lugar dos Centros de Artes e Esportes Unificados (Ceus), com o objetivo de oferecer, em um mesmo local, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, serviços socioassistenciais e formação para o mercado de trabalho. Também estão previstas políticas de prevenção à violência e às drogas e de inclusão digital em áreas de alta vulnerabilidade social.

O complexo conta com uma quadra coberta e dois prédios. Um deles abriga uma biblioteca, um telecentro e um cineteatro. Na outra edificação há uma sala multiuso e um espaço para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O prédio da frente foi grafitado pelo artista Moisés Tupinambá, o Motu. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, participou da inauguração do centro, que conta com verba federal. “Temos uma juventude que tem de estar ocupando, jogando, dançando, tocando, ocupando seu tempo que é a melhor maneira de desenvolver sua inteligência e prevenir uso de drogas”, disse. Sem especificar em quanto tempo, Terra prometeu ainda ampliar o local com pelo menos mais uma quadra poliesportiva. O investimento total, segundo o ministro, pode chegar a R$ 10 milhões.

A obra foi realizada pela Prefeitura, com execução das secretarias de Desenvolvimento Social e Esporte, da Cultura e de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, por intermédio de convênio com o Ministério da Cidadania com um investimento total de R$ 2,02 milhões. O centro vai funcionar regularmente, de segunda a sexta, das 8h as 17h, e, aos fins de semana, abrir para atividades específicas.