Consórcio Aegea vence leilão da PPP da Corsan
capa

Consórcio Aegea vence leilão da PPP da Corsan

Preço ofertado por tratamento de metro cúbico de esgoto ficou em R$ 2,40

Por
Samantha Klein

Leilão foi realizado na B3, em São Paulo, nesta sexta-feira

publicidade

Em leilão realizado na B3 Bolsa de Valores, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira, o Consórcio Aegea foi o vencedor da PPP da Corsan para a Região Metropolitana. O preço ofertado pela coleta e tratamento do metro cúbico de esgoto ficou em R$ 2,40, um centavo menor que o valor oferecido pelo segundo colocado, o Consórcio Sul Ambiental.

A partir da definição do vencedor, ocorrerá a abertura de envelopes com os documentos de habilitação, com divulgação do resultado até 13 de dezembro. Posteriormente, será aberto prazo de recursos dos demais concorrentes. A homologação da licitação está prevista para o próximo 24 de janeiro. A expectativa da Companhia é realizar a assinatura do contrato até março de 2020.

A expectativa é de realização da assinatura do contrato até março de 2020. Segundo a Corsan, o projeto é a maior PPP de saneamento do País, englobando um investimento total de R$ 2,23 bilhões, divididos em obras em execução pela Corsan - que deve investir R$ 370 milhões - e aportes do parceiro privado. 

Por parte do parceiro privado, a estimativa é de obras no valor de R$ 1,86 bilhão, repartido em R$ 1,63 bilhão para expansão do sistema de esgoto e R$ 230 milhões para ações comerciais e operacionais. "Haverá empregos e arrecadação para a economia local com a movimentação de recursos milionários em construções. Agredecemos a todos os participantes, pois sabemos que seja em quais mãos caíssem a PPP, tratam-se de players altamente qualificados", disse o governador Eduardo Leite, que acompanhou o leilão.

A Parceria Público-Privada prevê a implantação de um novo sistema de gestão nas cidades de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Esteio, Eldorado do Sul, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão. A região tem dois dos mais poluídos rios do Estado; o Sinos e o Gravataí. A modalidade é a concessão administrativa com prazo de vigência de 35 anos. 

A Aegea Saneamento é uma companhia brasileira que gerencia ativos de saneamento por meio de suas concessionárias e atua como administradora de concessões públicas. A empresa informou que atende 7,6 milhões de pessoas em 49 municípios de 11 estados brasileiros.