Corsan inaugura Centro de Controle Operacional para monitorar infraestrutura

Corsan inaugura Centro de Controle Operacional para monitorar infraestrutura

Espaço na sede vai permitir monitorar e controlar à distância as instalações e redes de água

Gabriel Guedes

publicidade

A Corsan colocou em operação o seu Centro de Controle Operacional Corporativo (CCO Corporativo). Uma inovação em tecnologia de infraestrutura que atravessou várias gestões, começando a ser desenvolvida ainda na gestão da então governadora Yeda Crusius e inaugurada nesta sexta-feira à tarde, na presença do governador Eduardo Leite. A partir de agora, em uma sala, no 5º andar da sede da companhia, em Porto Alegre, por meio de várias telas, nove funcionários passam a acompanhar e operar 24 horas por dia e em tempo real a situação do abastecimento de água em 29 sistemas da companhia. A expectativa também é contar até o final do ano com mais três centros de controle operacional nos sistemas de Alvorada/Viamão, Guaíba/Eldorado do Sul e Santa Maria, totalizando os 32 previstos no projeto estratégico da Corsan.

O governador afirma que a novidade vai impactar na qualidade dos serviços. "O resultado é maior eficiência nos serviços da companhia". Isto porque, segundo o diretor de Operações da Corsan, André Finamor, este CCO e os que operam em algumas cidades atendidas, monitoram as captações de água, controlam as estações elevatórias de água bruta e tratada, as estações de tratamento de água e esgoto, gerenciam a reservação, a pressão e a vazão das redes de distribuição, identificando até mesmo eventuais ligações clandestinas, além de permitir a integração com outros sistemas de gestão, como o call center e a execução das ordens de serviço. "Isso nos permitirá um menor custo, mas com ganhos operacionais, como se antecipar aos problemas que estão para acontecer", completa.

Finamor conta que a iniciativa surgiu inspirada em outras indústrias que já utilizam CCO, como a de telefonia e energia. "Tudo começou inspirado no CCO da antiga CRT. Foram várias etapas e visitas a outras empresas para chegarmos ao que foi entregue agora", recorda. Ao final do projeto, em 2022, serão mais de 60 municípios atendidos pela Corsan com sistemas de telemetria e automação integrados ao CCO Corporativo. O projeto, de R$ 37,6 milhões, já teve mais da metade dos recursos investidos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895