Defesa Civil contabiliza 55 cidades em situação de emergência
capa

Defesa Civil contabiliza 55 cidades em situação de emergência

Total de cidades afetadas pela falta de chuvas no Rio Grande do Sul é de 69

Por
Correio do Povo

Verão 2020 no Rio Grande do Sul com alto risco de estiagem

publicidade

Chegou a 55 o número de cidades com decreto de situação de emergência em razão da estiagem no Rio Grande do Sul. Há, ainda, outras 14 cidades que reportaram prejuízos por causa da falta de chuvas, totalizando 69 municípios, de acordo com o boletim divulgado pelo órgão nesta quinta-feira. 

Estão em situação de emergência: Já os municípios que já possuíam o decreto são: Chuvisca, Cerro Grande do Sul, Sertão Santana, Barão do Triunfo, Camaquã, Mato Leitão, Encruzilhada do Sul, Herveiras, Mariana Pimentel, Pantano Grande, Sinimbu, Venâncio Aires, Amaral Ferrador, Dom Feliciano, Cerro Branco, Cristal, Passo do Sobrado, Ponte Preta, São Jerônimo, Dom Feliciano, Progresso, Santa Cruz do Sul, Boqueirão do Leão, Encruzilhada do Sul, Vale do Sol, Vale Verde, Vera Cruz, Fontoura Xavier, São Gabriel, Lagoão, Canguçu, São Lourenço do Sul, Candelária, Agudo, Sobradinho, Arroio do Meio, Cachoeira do Sul, Gramado Xavier, Rio Pardo, São Domingos do Sul, Segredo, Faxinal do Soturno, Itatiba do Sul, Muitos Capões, Paraí, Canudos do Vale, Barros Cassal, Arroio do Tigre, Ibarama, Butiá, Quinze de Novembro, Estrela Velha, Ibirubá, Júlio de Castilhos, Nova Palma, Santa Tereza e Passa Sete.

Maquiné, Montauri, Nova Bassano, Salto do Jacuí, Santo Antônio do Palma, Marau, Pinhal Grande, Novos Cabrais, Alto Alegre, Gentil, São Valentim do Sul, Soledade, Lagoa dos Três Cantos e Tupanciretã registraram prejuízos, mas não emitiram decreto de situação de emergência.