Diante possibilidade de colapso na Saúde, hospitais aceleram abertura de mais leitos em Porto Alegre

Diante possibilidade de colapso na Saúde, hospitais aceleram abertura de mais leitos em Porto Alegre

Hospitais Moinhos de Vento, Clínicas e Conceição anunciaram novos leitos nesta quarta-feira

Correio do Povo

Hospitais Moinhos de Vento e Conceição anunciaram novos leitos nesta quarta-feira

publicidade

Frente ao avanço acelerado da pandemia no Rio Grande do Sul, que ameça provocar um colapso da Saúde, os hospitais Conceição, Clínicas e Moinhos de Vento,em Porto Alegre, anunciaram nesta quarta-feira a abertura de novos leitos para desafogar a ocupação em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

A partir de hoje, o Hospital Conceição passa a ter 116 leitos clínicos, incluindo os novos 36 espaços abertos. Segundo a instituição, a medida se deve ao "expressivo aumento no número de casos de Covid-19 registrados nos últimos dias". O comunicado também aponta o aumento de leitos Covid-19 também na Emergência do hospital, passando de seis para 20.

Já no Hospital Moinhos de Vento foram abertos, nesta quarta-feira, mais dez leitos de terapia intensiva em unidade de retaguarda. A instituição também ressaltou que a tenda de atendimento a pacientes com sintomas gripais e suspeita de Covid-19 ficará fechada, com o intuito de realocar os esforços para o atendimento da Emergência, que só recebe casos classificados como vermelho e laranja. O hospital está com mais de 100% de ocupação dos leitos de terapia intensiva e pessoas com menos de 60 anos de idade correspondem a 35% dos pacientes internados.

Em nota, o Moinhos afirmou que o Comitê de Enfrentamento da COVID-19 decidiu manter a limitação de transferência de pacientes que necessitem leitos no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Segundo a instituição, a situação será reavaliada diariamente. 

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre passa a operar, a partir de hoje, com 105 leitos de CTI para atendimento de pacientes infectados pela Covid-19 – capacidade máxima operacional de leitos críticos da instituição. Além disso, agora são 62 leitos de enfermaria em funcionamento para casos de coronavírus.

De acordo com a instituição, apesar da ampliação da capacidade, a demanda se encontra muito alta e a Emergência Covid segue lotada. Por isso, o hospital reforça, mais uma vez, que pacientes sem consultas urgentes evitem o local.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895