Esgotamento de vacinas avança e já atinge 28 cidades no RS

Esgotamento de vacinas avança e já atinge 28 cidades no RS

Se juntaram à lista Arroio do Meio, Lavras do Sul, Severiano de Almeida, Colorado, Esperança do Sul, Westfalia e Carlos Gomes

Aristoteles Junior / Rádio Guaíba

Rio Grande do Sul deve receber nova remessa de doses fabricadas pelo Instituto Butantan na quarta-feira

publicidade

O desabastecimento de vacinas contra a Covid-19 segue avançando no Rio Grande do Sul, em especial nas cidades de pequeno porte. Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgados neste sábado, 28 municípios gaúchos já zeraram o estoque de imunizantes – seis a mais do que o registrado no dia anterior.

Se juntaram à lista as localidades de Arroio do Meio (que aplicou 1043 vacinas até agora, entre primeira e segunda dose), Lavras do Sul (357 vacinas), Severiano de Almeida (166), Colorado (152), Esperança do Sul (116), Westfália (111) e Carlos Gomes (72). Ontem, já apareciam na lista Barra do Rio Azul, Candiota, Pouso Novo, Paulo Bento e Coxilha.

Dependem de novas remessas, ainda, as prefeituras de Santo Antônio do Palma, Nicolau Vergueiro, Vila Flores, São Pedro do Butiá, Barra do Guarita, Campos Borges, Dois Irmãos das Missões, Doutor Ricardo, Montauri, Pontão, Santo Expedito do Sul, São Jorge, São Valentim do Sul, Taquaruçu do Sul e Tuparendi.

Veja Também

Nova remessa deve chegar na quarta-feira

A expectativa é de que os trabalhos sejam retomados a partir da próxima semana – quando o Ministério da Saúde envia mais 300 mil doses de CoronaVac ao Rio Grande do Sul. Até agora, apenas profissionais da saúde, idosos institucionalizados ou com mais de 80 anos, quilombolas e indígenas foram vacinados em solo gaúcho.

Foram 704,4 mil vacinas recebidas pelo Ministério da Saúde, divididas em quatro remessas enviadas entre os dias 18 de janeiro e 7 de fevereiro. Praticamente todo o estoque – 702,1 mil ampolas – já chegou às prefeituras, permitindo a aplicação da primeira dose em 411,8 mil pessoas e da segunda em 36,3 mil.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895