Família morta em queda de avião em Piracicaba é velada no Interior de SP

Família morta em queda de avião em Piracicaba é velada no Interior de SP

Cerimônia dos cinco integrantes da família Silveira Mello acontece no Espaço Beira Rio, no centro da cidade

R7

Cerimônia dos cinco integrantes da família Silveira Mello acontece no Espaço Beira Rio, no centro da cidade

publicidade

O velório da família Silveira Mello, morta na queda de um avião nesta terça-feira, acontece no Espaço Beira Rio, no centro de Piracicaba, no interior paulista, na manhã desta quarta-feira. Das 9h às 10h30, a cerimônia será fechada para a família, mas das 10h30 às 15h, o local fica aberto ao público.

Os sepultamentos de Celso Silveira Mello Filho, de 73 anos, Maria Luiza Meneghel Silveira Mello, de 71 anos, e os filhos Camila, de 48 anos, Fernando e Celso, de 46 anos, serão no Cemitério da Saudade, no bairro Vila Monteiro, mas os horários não foram definidos.

Os corpos do piloto e copiloto foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Piracicaba e não há informações sobre velório e enterro. Na queda da aeronave, sete pessoas morreram na hora, entre elas os cinco integrantes da mesma família que viajavam juntos pela primeira vez.

Veja Também

Vítimas

Acionista da Cosan, Celso Mello Filho tinha 73 anos, era economista e empresário, se dedicava às atividades de agropecuária e culturas de milho e soja, e também foi coordenador-geral na implantação de projetos nas Usinas Costa Pinto e Santa Bárbara entre as décadas de 1970 e 80.

Ele ainda foi presidente do XV de Piracicaba, time de futebol tradicional da região, em duas oportunidades, e atualmente estava no Conselho Deliberativo do clube, que lamentou o acidente.

O piloto, Celso Elias Carloni, de 39 anos, trabalhava com aviação há quase duas décadas, segundo o perfil na rede social LinkedIn. Giovanni Gullo, de 24 anos, era o copiloto da aeronave e também faleceu no acidente.

O caso

Sete pessoas morreram após a queda de uma aeronave às 8h30 desta terça, na rua Cezira Giovanni Moretti, no bairro Santa Rosa, em Piracicaba.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a aeronave King Air 360, de prefixo PS-CSM, decolou do aeroclube de Piracicaba e, após cerca de 15 segundos, caiu em uma plantação de eucaliptos, ao lado do Parque Tecnológico.

O impacto da queda do bimotor provocou um incêndio que se alastrou pela vegetação. Um circuito de segurança, que a Record TV obteve, registrou o momento. Seis viaturas dos bombeiros foram acionadas por volta de 8h40 e atenderam a ocorrência.

Policiais do 4º DP da cidade foram informados sobre a queda de um avião na região. Em um morro foram localizados os destroços da aeronave ainda com focos de incêndio. 

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o CVA (Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade) estava na data de validade, por isso a situação de aeronavegabilidade era normal. Por enquanto, o motivo do acidente é desconhecido.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895