Fepam orienta população a não usar água do Rio Lageado Henrique

Fepam orienta população a não usar água do Rio Lageado Henrique

Material coletado em Paulo Bento causou mortandande de peixes

Correio do Povo

publicidade

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) aconselha a população de Paulo Bento, na região Norte do Estado, a não usar a água do Rio Lageado Henrique para consumo humano ou de animais por pelo menos uma semana. Após análise preliminar das amostras coletadas nessa terça-feira, o engenheiro químico Renato Zuchetti disse que foi encontrado um resíduo altamente alcalino na água, o que causou a queda na oxigenação e, consequentemente, a morte dos peixes.

Zuchetti declarou que o resíduo encontrado é possivelmente desengraxante de material orgânico, proveniente de algum matadouro ou indústria da região como de laticínios. O material causou o aumento do pH da água de 5,5 para 7,5. A Fepam está removendo o que ainda resta do material e guardando em toneis. Entre as espécies afetadas estão lambaris, jundiás e cascudos.

A Polícia Civil de Erechim ainda não tem suspeitos. Os agentes vão ouvir depoimentos de testemunhas para chegar aos responsáveis pelo crime ambiental.

Moradores notaram a mortandade dos peixes desde a última quinta-feira, mas o quadro piorou na terça, quando entraram em contato com a Polícia Ambiental (Patram) de Erechim denunciando um caminhão que estaria despejando produtos tóxicos no rio.

Bookmark and Share

Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895