Fiscalização encerra festa clandestina com ao menos 200 pessoas em Porto Alegre

Fiscalização encerra festa clandestina com ao menos 200 pessoas em Porto Alegre

Também foram registradas aglomerações nas ruas de quatro bairros da Capital

Aristoteles Junior/Rádio Guaíba

Também foram registradas aglomerações nas ruas de quatro bairros

publicidade

Um bar localizado em frente à Praça Parobé, no Centro Histórico de Porto Alegre, foi autuado e interditado em razão de uma festa clandestina, realizada na madrugada deste sábado. Segundo a força-tarefa que fiscaliza o cumprimento de decretos na Capital, pelo menos 200 pessoas, aglomeradas e sem máscaras de proteção, participavam do evento.

Os agentes da Guarda Municipal, Brigada Militar e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) chegaram ao local após uma denúncia anônima. “Fazia algum tempo que nós não tínhamos um movimento tão grande nas ruas neste horário, durante a madrugada. Como no sábado o horário do comércio é diferenciado, ainda não sabemos se isso vai se repetir”, relata o comandante da Guarda Municipal de Porto Alegre, Marcelo Nascimento.

No Centro Histórico, além da Praça Parobé, foram registrados problemas na Orla Moacyr Scliar – onde carros, com som alto, atraíam o público – e nas ruas Coronel Fernando Machado e dos Andradas. A fiscalização também flagrou aglomerações nas ruas Padre Chagas, no Moinhos de Vento, e General Lima e Silva, na Cidade Baixa – assim como na praça Osvaldo Mazzola, no Humaitá.

“Nestes locais, nos deparamos com aglomerações externas. Ou seja, pontos onde as pessoas estavam muito próximas umas das outras. Atuamos, então, para dispersar este público. Não foi necessário o uso da força, ou instrumentos. A presença física e a orientação dos agentes foram suficientes para que todos voltassem para as suas casas”, ressalta Nascimento.

Denúncias

A realização eventos em Porto Alegre está proibida por decreto estadual – que determina, também, o fechamento dos restaurantes às 22h, nas sextas-feiras, com atendimento do último cliente até as 23h. Denúncias de descumprimento das medidas impostas para a contenção da Covid-19 podem ser feitas, de forma anônima, pelo canal Fala Porto Alegre, no número 156.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895