Governador do MG se diz otimista em encontrar sobreviventes com a ajuda de Israel

Governador do MG se diz otimista em encontrar sobreviventes com a ajuda de Israel

Romeu Zema acredita que equipes ganharão mais agilidade no resgate de vítimas

R7

Governador do MG se diz otimista em encontrar sobreviventes com a ajuda de Israel

publicidade

Em entrevista coletiva em Brumadinho na manhã desta segunda-feira, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se mostrou otimista com a chegada da tropa das Forças de Defesa de Israel, enviada para auxiliar nas buscas às vítimas do rompimento da barragem Vale, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Após ter declarado na sexta-feira que as equipes de resgate achariam "somente corpos", Zema considerou que a tecnologia dos equipamentos dos militares estrangeiros aumenta a chance de encontrar sobreviventes.

O governador também pontuou que acredita que haverá mais agilidade em encontrar vítimas. “Com a tecnologia deles, nós vamos aumentar, e muito, a chance de encontrar novos sobreviventes e teremos mais agilidade em encontrar vítimas, o que vai amenizar a angústia que as famílias têm passado, as quais me solidarizo”, disse.

Zema aproveitou a oportunidade para agradecer o trabalho incansável do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e das polícias Militar e Civil. “Estamos nos empenhando ao máximo, trabalhando o tempo todo. Sou muito grato à Policia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, que têm feito o possível e o impossível. A partir de hoje, somando as forças de Israel, este trabalho vai melhorar e vai ser agilizado.”

Delegação de Israel

Os 136 militares de Israel e equipamentos tecnológicos, enviados no auxílio às buscas em Brumadinho, desembarcaram na noite deste domingo no aeroporto internacional de Confins, na Grande BH. Os soldados seguiram para Brumadinho na manhã desta segunda-feira, acompanhado pelo governador de Minas Gerais.

O grupo de soldados é formado por 106 homens e 30 mulheres da Forças de Defesa de Israel. Além disso, ajudarão no resgate cães farejadores e sonares com capacidade para identificar pessoas em situações de desabamentos e grandes rupturas.



publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895