Instabilidade chega ao Rio Grande do Sul e provoca virada no tempo em diversas regiões

Instabilidade chega ao Rio Grande do Sul e provoca virada no tempo em diversas regiões

Inmet colocou 108 municípios gaúchos em alerta meteorológico neste sábado

Aristoteles Junior / Rádio Guaíba

Na Capital, o céu permanece encoberto

publicidade

Após um dia de muito abafamento, com os termômetros ultrapassando a marca dos 40 graus em Porto Alegre, o Rio Grande do Sul amanheceu com tempo instável neste sábado. Na Capital, o céu permanece encoberto – e a brisa que corta as ruas da cidade anuncia a virada que deve acontecer nos próximos dias.

Segundo a Defesa Civil, o clima vai seguir inalterado em Porto Alegre até o fim do sábado – sem precipitação, e com ventos de até 17km/h. O índice UV, que mede a incidência de raios ultravioletas, é extremo. Ou seja: mesmo sem sol, será preciso usar protetor. No domingo, por outro lado, estão previstas pancadas de chuva e ventos de até 19km/h.

O intenso calor só vai cessar na segunda-feira, quando a máxima será de 30 graus. A semana vai começar com tempestades na Capital. No interior, as mudanças serão mais rápidas e devem ser percebidas já na tarde do sábado. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta em razão da incidência de temporais no Estado.

A chuva mais forte deve atingir a região das Missões, Campanha e o Litoral. Quem vive nas zonas Central e Sudeste do Rio Grande do Sul também precisa ficar atento. Segundo os especialistas, a chuva deve variar entre 30 e 100 milímetros por dia, acompanhada de ventos entre 60 e 100km/h.

Para o Inmet, há uma possibilidade de queda de granizo nestas localidades. Combinados, os fatores geram risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos. O alerta meteorológico, que entrou em vigor na madrugada do sábado, vigora até as primeiras horas do domingo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895