Instituições da segurança pública do RS prestam solidariedade pelos bombeiros mortos

Instituições da segurança pública do RS prestam solidariedade pelos bombeiros mortos

Polícia Civil, Brigada Militar, Instituto-Geral de Perícias, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal emitiram notas oficiais

Correio do Povo

Conforto no momento de dor pela perda dos colegas

publicidade

As instituições vinculadas à Secretaria da Segurança Pública do Estado divulgaram notas oficiais de solidariedade em razão das mortes do 1º tenente Deroci de Almeida da Costa, 46 anos, e do 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, 51 anos, no incêndio e desabamento do prédio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre. As equipes de resgate encontraram os corpos na noite desta quarta-feira.

A Polícia Civil lamentou o desfecho trágico. “À família, amigos e aos destemidos companheiros do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, estendemos todo o nosso carinho e solicitude nesse momento de tão profundo pesar”, manifestou a corporação.

A Brigada Militar também lamentou “profundamente” a morte dos bombeiros. “Foram heróis que destemidamente cumpriam seu trabalho e, fatalmente, perderam a vida nesta missão”, frisou, lembrando que a origem das carreiras das vítimas foi na Brigada Militar. “A Brigada Militar se solidariza com o Corpo de Bombeiros, com os familiares e amigos do Ten. Deroci de Almeida e do 2º Sargento Lúcio Munhós, neste momento de profunda dor”, concluiu.

O Instituto-Geral de Perícias igualmente postou nota de pesar. “Nossos mais sinceros sentimentos às famílias, amigos e aos companheiros do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul neste momento difícil, que em nenhum momento desistiram da busca pelos colegas que lutaram bravamente até o fim”, destacou o IGP.

Outras instituições da área da segurança pública no Rio Grande do Sul prestaram homenagens e solidariedade às famílias, amigos, colegas de farda e ao CBMRS. Uma delas foi a Polícia Federal.

“Com pesar, a Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul lamenta a morte do 1º tenente Deroci de Almeida da Costa e do 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhoz, ambos desaparecidos durante o combate às chamas que destruíram a sede da SSP na semana passada. Os corpos foram localizados após sete dias de incansáveis buscas. A SR/RS se solidariza com os familiares, amigos e colegas do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul e manifesta seu apoio e carinho neste momento de dor”, postou a PF.

A PRF prestou condolências. “A sociedade gaúcha perde dois heróis que honraram o nome e a história do Corpo de Bombeiros Militar do RS. A Polícia Rodoviária Federal manifesta sua solidariedade e os mais sinceros sentimentos aos familiares, amigos e colegas”, pronunciou-se.

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul (Fepam), que muitas vezes atua com o CBMRS em uma mesma ocorrência, emitiu também comunicado de pesar. “Nossa solidariedade às famílias dos bombeiros que morreram de forma heróica no incêndio ao prédio da SSP e nosso respeito aos profissionais que atuaram incansavelmente no resgate”, publicou na Fepam as redes sociais.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895