Julho foi o mês mais quente já registrado no planeta, aponta agência dos EUA

Julho foi o mês mais quente já registrado no planeta, aponta agência dos EUA

NOAA disse que a temperatura combinada do oceano e da superfície terrestre foi 1,67 grau Fahrenheit acima da média do século 20

AFP

Julho foi o mês mais quente já registrado a nível mundial

publicidade

Julho foi o mês mais quente já registrado a nível mundial, informou a agência de gestão oceânica e atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) nesta sexta-feira. Os últimos dados do órgão destacam a crise climática. "Julho é normalmente o mês mais quente do ano, mas julho de 2021 foi o mês mais quente já registrado", disse o administrador da NOAA, Rick Spinrad.

"Este novo registro contribui para a inquietante e perturbadora trajetória da mudança climática no planeta", disse Spinrad, citando dados dos Centros Nacionais de Informações Ambientais. A agência NOAA disse que a temperatura combinada do oceano e da superfície terrestre foi 1,67 grau Fahrenheit acima da média do século 20 de 60,4°F, tornando o mês de julho o mais quente desde o início dos registros há 142 anos.

O mês foi 0,02 °F maior do que o recorde anterior estabelecido em julho de 2016, que foi igualado em 2019 e 2020.

Já de acordo com dados do Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus da União Europeia, o mês passado foi o terceiro mês de julho mais quente já registrado. É comum que as agências tenham pequenas diferenças nos dados.

Na semana passada, um relatório climático da ONU causou impacto ao afirmar que o mundo caminha para um aumento de temperatura de 1,5 ° C por volta de 2030.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895