Ministério aumenta salário de agentes comunitários em saúde

Ministério aumenta salário de agentes comunitários em saúde

Portaria assinada pela pasta também inclui profissionais que atuam no combate a endemias; remuneração chega a R$ 2.424

R7

Segundo as portarias assinadas pelo ministério, foram liberados R$ 2,2 bilhões em crédito adicional

publicidade

O Ministério da Saúde oficializou nessa quinta-feira (30) o aumento da remuneração dos agentes comunitários em saúde e de combate a endemias. A previsão é de que mais de 280 mil profissionais sejam beneficiados com a decisão.

Segundo as portarias assinadas pelo ministério, foram liberados R$ 2,2 bilhões em crédito adicional. O incentivo não deve ser inferior a dois salários mínimos. Com as mudanças, o salário passa a ser de R$ 2.424.

Além da remuneração, o programa Saúde com Agente vai capacitar mais de 200 mil trabalhadores em todo o Brasil com formação técnica, para qualificar o trabalho prestado por eles para o SUS. O investimento é de mais de R$ 388 milhões.

Segundo o ministro, Marcelo Queiroga, os agentes comunitários de saúde e endemias são os olhos e os ouvidos do Sistema Único de Saúde (SUS) na casa dos brasileiros. "Enfrentamos a maior emergência sanitária já vista no mundo, e esses profissionais tiveram um papel fundamental na luta contra a pandemia da Covid-19", afirmou.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895