Ministro da Saúde se reunirá com secretário de Minas Gerais para tratar de Brumadinho
capa

Ministro da Saúde se reunirá com secretário de Minas Gerais para tratar de Brumadinho

Encontro deve acontecer nesta terça-feira, em Brasília, às 15h30min

Por
Agência Brasil

Até o momento, a tragédia deixou 65 mortos e 279 desaparecidos

publicidade

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se reunirá nesta terça-feira com o secretário de Saúde de Minas Gerais em exercício, José Farah Júnior, para tratar do rompimento da barragem da mineradora Vale, em Brumadinho. Até o momento, a tragédia deixou 65 mortos e 288 desaparecidos.

• Leia mais sobre a tragédia em Brumadinho

Farah já deixou Belo Horizonte. O encontro, de acordo com a Secretaria de Saúde de Minas Gerais, está agendado para às 15h30min.

• Juíza diz que prisão é imprescindível para investigação de tragédia em Brumadinho

Representantes da secretaria e do ministério já haviam se reunido na manhã de segunda-feira, na capital mineira, para definir ações consideradas prioritárias a serem adotadas em Brumadinho. Na ocasião, Farah destacou o papel desenvolvido pela vigilância, área responsável pela prevenção e pelo controle de doenças transmissíveis, verificação de fatores de risco envolvendo doenças crônicas não transmissíveis e saúde ambiental e do trabalhador.

"Devido às condições locais, a atuação dos profissionais da vigilância será fundamental, não só no que se refere à saúde da população atingida direta ou indiretamente pelo rompimento da barragem, mas também para a saúde de todos os demais profissionais que atuam na região", informou a secretaria, por meio de nota.

Governo de Minas distribuirá chips

O governo de Minas Gerais vai distribuir nesta terça, a partir das 16h, 300 chips para telefone celular às famílias cujos parentes estão desaparecidos em decorrência do rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão em Brumadinho, próximo a Belo Horizonte.

O chefe do Gabinete Militar de Minas Gerais, coronel Evandro Geraldo Borges, afirmou as famílias poderão utilizar os chips de celular para contatos com as autoridades, busca de informações e dados. Os interessados deverão pegar o material no Espaço de Conhecimento em Brumadinho.