Outono segue com influência do La Niña e terá chuvas abaixo da média da estação

Outono segue com influência do La Niña e terá chuvas abaixo da média da estação

Temperaturas no geral devem permanecer próximas e acima da média climatológica do período

Felipe Faleiro

Estação é caracterizada pela mudança de temperaturas

publicidade

Neste domingo, às 12h33min, inicia oficialmente o outono. A estação, que permanece até o dia 21 de junho, às 6h14min, é caracterizada pela mudança de temperaturas, que vão gradativamente ficando mais baixas. Com exceção de alguns dias nesta semana, a população em grande parte já sente o clima menos quente. “O frio poderá chegar mais cedo e ser mais frequente, mas isso não exclui dias quentes e a grande alternância térmica típica da estação”, salienta a meteorologista Estael Sias, da MetSul Meteorologia.

De acordo com ela, o La Niña também segue marcando o outono. Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno, causado pelo resfriamento das águas do Oceano Pacífico na região do Equador, também afeta o regime de chuvas. Elas serão abaixo da média na maior parte da Região Sul do Brasil, e, nas palavras de Estael, também “irregulares”. “Chove mais do que o verão, porém abaixo da média”, resume a meteorologista da MetSul. Já o Inmet aponta que “não se descarta a entrada de frentes frias que poderão provocar chuvas sobre a parte leste da região”.

O órgão federal diz ainda que as temperaturas no geral devem permanecer próximas e acima da média climatológica do período, mas pode haver geadas, principalmente nas áreas de serra, à medida que há a aproximação do inverno. Em geral, no outono, explica o Inmet, também acontecem as primeiras ocorrências no ano de outros fenômenos climáticos, como nevoeiros, e incursões de massas de ar frio, vindas do sul da América do Sul, que causam a queda nas temperaturas.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895