Pelas promoções da Black Friday, multidão passará noite em frente ao Shopping Iguatemi

Pelas promoções da Black Friday, multidão passará noite em frente ao Shopping Iguatemi

Muitos consumidores com cadeiras de praia e lonas já ocupavam a calçada no fim da tarde

Sidney de Jesus

Um dos locais mais procurados foi o Shopping Iguatemi, na zona Norte

publicidade

A busca pelos descontos e promoções da Black Friday – que acontece em todo o país na sexta-feira – começou cedo para muitos consumidores na Capital. No final da tarde desta quinta-feira muitas pessoas já formavam fila em frente a algumas lojas de Porto Alegre para garantir a compra de produtos com menor preço.

Um dos locais mais procurados foi o Shopping Iguatemi, na zona Norte. Mesmo com a chuva forte que caiu em Porto Alegre, centenas de clientes ocuparam a calçada da Avenida João Wallig, do lado de fora do shopping, e encararam a fila com cadeiras, guarda-sóis, lonas e guarda-chuvas. “Acomodada numa cadeira de praia, a cabeleireira Cristiane Verçosa, de 49 anos, moradora da Vila Jardim, afirmou que vai passar a noite na fila para comprar um forno elétrico. “Com a promoção da Black Friday vou poder comprar o forno que custa R$ 500, por R$ 300. Na situação atual que estamos vivendo, economizar R$ 200 é muito vantajoso”, ressaltou Cristiane, que trouxe um cooler com cerveja e lanches para encarar a madrugada.

“Estou desde as 16 horas na fila. Peguei um pouco de chuva, mas mesmo assim vale a pena aguardar as promoções da Black Friday“, destacou o estudante de educação física Leonardo Dias Lopes, de 24 anos, que pretende comprar um nootebok. “Vou fazer parcelado, sem juros. Desta forma não vai pesar no meu orçamento”, enfatizou.

Moradora da Rua Sapé, próximo ao Shopping Iguatemi, a dona de casa Gislaine Lima Almeida, 50 anos, disse que vai revezar com o filho Jefferson, 20, o lugar na fila, para garantir a compra de uma televisão Smart de 32 polegadas. “Ele é mais jovem e vai ficar mais tempo aqui, afinal a TV é para ele”, brincou Gislaine.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895