Plebiscito indica que oito em cada dez professores querem fim da greve
capa

Plebiscito indica que oito em cada dez professores querem fim da greve

Liminar da Justiça que impedia divulgação do resultado foi derrubada

Por
Camila Kila / Rádio Guaíba

publicidade

Depois de derrubar a liminar da Justiça que impedia a divulgação do resultado de um plebiscito aplicado desde a sexta-feira passada, o Sindicato dos Professores das Instituições Federais do Ensino Superior de Porto Alegre (ADufrgs) comunicou, no fim da tarde desta quarta-feira, a aprovação, por maioria ampla, da proposta do governo federal e do indicativo de fim da greve nas instituições públicas de ensino superior da Capital.

Participaram da consulta 1.367 docentes das universidades federais do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), e dos Campi do Instituto Federal do Rio Grande do Sul em Porto Alegre (Porto Alegre e Restinga). Do total, 80,25% (1.097) se mostraram favoráveis à aceitação da oferta. Sobre o fim da greve, 79,81% (1.091) disseram desejar o encerramento imediato.

A consulta segue a decisão do conselho do sindicato, que há uma semana deliberou pela aceitação da proposta apresentada pelo governo e a saída da greve. O resultado foi remetido à Proifes-Federação, à qual a ADufrgs é ligada em nível federal, que deve se reunir com o governo federal ainda nesta quarta-feira, em Brasília. Em Porto Alegre, o resultado da consulta deve ser analisado em assembleia às 13h30min de segunda-feira.

Bookmark and Share