Polícia encontra bombas caseiras e salas pichadas na USP
capa

Polícia encontra bombas caseiras e salas pichadas na USP

PM desocupou prédio da reitoria e prendeu cerca de 70 estudantes em ação nesta manhã

Por
AE

Polícia encontrou salas pichadas durante revista

publicidade

Durante uma vistoria, a Polícia Militar (PM) encontrou, nesta terça-feira, sete bombas caseiras na reitoria da Universidade de São Paulo (USP), além de fogos sinalizadores em uma sala. Após ocupação por estudantes, iniciada na semana passada, o cenário deixado é de destruição: cadeiras quebradas, equipamentos danificados, paredes pichadas e caixas eletrônicos depredados. No total, 70 alunos foram detidos nesta terça.

A ação de reintegração de posse do prédio da Reitoria da USP, na zona Oeste de São Paulo, teve início às 5h10min. Dois helicópteros Águia sobrevoaram a região e 400 policiais da Tropa de Choque realizaram o cerco por terra na universidade. Um grupo de estudantes realizou protesto, com palavras de ordem contra ação da PM, em frente ao prédio.

Dezenas de estudantes invadiram, na semana passada, o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), na USP, na zona Oeste de São Paulo. Eles alegavam uma demonstração de repúdio à ação da Polícia Militar, que teria abordado três alunos que portavam maconha, gerando um quebra-quebra e confronto entre cerca de 300 universitários e policiais.

 
Grupo de estudantes realizou protesto, com palavras de ordem contra ação da PM. / Foto: Rahel Patrasso / AE


Bookmark and Share