Por causa das cheias, governo do RS prorroga Campanha do Agasalho
capa

Por causa das cheias, governo do RS prorroga Campanha do Agasalho

Dois mil cobertores serão encaminhados a cidades que decretaram situação de emergência

Por
Cláudio Isaías

Por causa das cheias, governo do RS prorroga Campanha do Agasalho

publicidade

O governo do Estado decidiu nesta segunda-feira prorrogar a Campanha do Agasalho por tempo indeterminado. O anúncio, motivado pelas enchentes que atingiram diversas cidades gaúchas, foi feito pela secretária do Gabinete de Políticas Sociais e primeira-dama, Maria Helena Sartori, durante a entrega de 2 mil cobertores doados pela Braskem. "Esperamos que os gaúchos continuem mobilizados para doação de mantimentos e donativos", disse durante discurso em frente ao Palácio Piratini, no Centro de Porto Alegre. 

Conforme Maria Helena, a prioridade de doação é para alimentos não perecíveis, água potável, cobertores e roupas infantis. A Campanha do Agasalho foi lançada no dia 1º de junho e terminaria em 31 de agosto. Desde o começo da iniciativa, mais de 30 mil kits - cobertores, agasalhos, água e alimento - já foram arrecadados.

Segundo informações da coordenação da Campanha do Agasalho, os cobertores doados nesta segunda-feira serão encaminhados para as 26 cidades que decretaram situação de emergência por conta das chuvas das últimas semanas.