Porto Alegre mantém vacinação contra Covid-19 no feriado em três unidades de saúde e em drive-thru

Porto Alegre mantém vacinação contra Covid-19 no feriado em três unidades de saúde e em drive-thru

Idosos com 61 anos podem receber dose de imunizante contra a doença

Correio do Povo

Quem perdeu o cartão de vacinação deve procurar hoje uma unidade de saúde para fazer uma segunda via

publicidade

Mesmo sendo feriado de Tiradentes, a prefeitura de Porto Alegre manteve a campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta quarta-feira. Serão vacinados idosos com 61 anos e também os de faixas anteriormente contempladas, mas que ainda não buscaram imunização. Não haverá vacinação para categorias profissionais, nem para gripe.

São três unidades de saúde abertas das 9h às 15h e um drive-thru no estacionamento da PUCRS, das 9h às 17h. Para primeira dose é necessário levar documento de identidade com CPF e comprovante de residência em Porto Alegre. Para segunda dose, documento de identidade e o cartão de vacinação que foi entregue no ato da primeira dose.

Quem perdeu o cartão de vacinação deve procurar hoje uma unidade de saúde para fazer uma segunda via. Sem ele, não é possível ser vacinado.

Onde se vacinar no feriado:

US Rubem Berta – Rua Wolfram Metztler, 675 – bairro Rubem Berta
US Glória – Av. Oscar Pereira, 2851 (Na Igreja Nossa Senhora da Glória)
US Tristeza – Av. Wenceslau Escobar, 2442 – bairro Tristeza

No drive-thru da PUC o acesso é pela Av. Ipiranga ao lado do Museu da PUC.

Balanço parcial

Porto Alegre imunizou 211.961 idosos de 61 anos ou mais com a primeira dose da vacina contra covid-19 até esta terça-feira. O quantitativo chega a 102,60% da população-alvo, que é de 206.599 pessoas da faixa etária na cidade. Considerando os demais grupos prioritários, 343.591 pessoas receberam a primeira dose, o equivalente a 98,51% da população-alvo e 23,08% da população total da capital gaúcha. Com duas doses e esquema completo são 125.643 pessoas. Os dados estão na plataforma vacinômetro.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895