Porto Alegre realiza vacinação de agentes funerários nesta sexta-feira

Porto Alegre realiza vacinação de agentes funerários nesta sexta-feira

Ao todo, cerca de 280 profissionais serão imunizados no Centro de Saúde IAPI, das 8h às 17h

Correio do Povo

Ao todo, cerca de 280 profissionais serão imunizados no Centro de Saúde IAPI, das 8h às 17h

publicidade

Cerca de 280 agentes funerários que trabalham em Porto Alegre serão vacinados contra a Covid-19 nesta sexta-feira. De acordo com a Prefeitura, a imunização será para aqueles profissionais que trabalham com a manipulação de corpos potencialmente contaminados pelo coronavírus. A aplicação das doses irá ocorrer no Centro de Saúde IAPI, das 8h às 17h. 

A Prefeitura destacou ainda que os agentes de saúde aplicarão a vacina apenas nos profissionais que constam na lista repassada pela Central de Serviços Funerários de Porto Alegre. Para isso, o órgão repassou um levantamento com o nome do agente, CPF, data de nascimento e cargo/atividade. A vacinação dos agentes funerários atende o Plano Nacional de Vacinação. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Porto Alegre já imunizou 297.264 pessoas com a primeira dose da vacina e 297.264 com a segunda aplicação. Dentre os grupos prioritários estão profissionais de Saúde, idosos, profissionais da Segurança Pública, indígenas e quilombolas.

Desde do início de março, o vereador Alvoni Medina (Republicanos) estava intermediando junto à Secretária Municipal de Saúde uma reivindicação dos agentes funerários para serem inclusos como prioridade no plano de vacinação contra o Covid-19. Para o parlamentar, a imunização da categoria representa uma conquista muito importante. "A expectativa é de que ainda na sexta todos estes profissionais sejam vacinados. Isso nos traz um alívio, tanto por garantir mais segurança a esses profissionais e aos seus familiares", afirmou Medina.

No último encontro para debater o tema, o Diretor da Funerária São Pedro de Porto Alegre e procurador do Sindicato dos Estabelecimentos Funerários do Rio Grande do Sul (SESF/RS), Glauco Daniel Ribas Santos, relatou o a situação."Em Porto Alegre, são 23 funerárias. E isso representa a vacinação de aproximadamente 300 profissionais. Por isso, estamos aqui fazendo nosso apelo, pois o setor poderá entrar em colapso", salientou ele.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895