Presos no Ceará sete suspeitos de incendiar veículos
capa

Presos no Ceará sete suspeitos de incendiar veículos

Série de ações criminosas no estado ocorre desde o último sábado

Por
Agência Brasil

publicidade

Sete suspeitos de envolvimento em ações criminosas que vêm sendo praticadas em Fortaleza (CE) desde o sábado foram presos. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), outras cinco pessoas foram identificadas.

A primeira ação do grupo ocorreu na Avenida das Adenanteras, no bairro Cidade 2000, onde um caminhão foi danificado após ter sua parte dianteira incendiada. Um dia depois, na madrugada de domingo, cinco suspeitos tentaram incendiar outros veículos em um trecho da BR-116 que passa pelo Bairro Messejana, também localizado na capital cearense. Três automóveis tiveram suas latarias danificadas.

Ainda no domingo, quatro pessoas foram presas após queimarem parcialmente um caminhão na Avenida dos Flamboyantes, no Bairro Cidade 2000. Foi também registrado o incêndio na carga de um caminhão que transportava papel higiênico no Distrito Industrial, em Maracanaú. Pouco depois, por volta das 20h, um caso similar ocorreu na Avenida Godofredo Maciel, no Bairro Mondubim, onde um grupo colocou fogo em um caminhão estacionado em uma revendedora.

Na madrugada seguinte, pouco antes das 5h dessa segunda-feira, um veículo, modelo Fiat Uno, foi incendiado no bairro Conjunto Ceará. Ainda pela manhã, criminosos danificaram um ônibus escolar, na Rua Raimundo Perote Viana, em Paracuru. Ao meio-dia, veículos pertencentes à concessionária de energia Enel foram parcialmente queimados na Rua Vicente Celestino, localizada no Parque Santa Rosa.

À tarde um ônibus foi atacado e danificado no Bairro Ancuri, também em Fortaleza. Pouco depois, foi registrado o incêndio em outro coletivo. Este, na Rua Jaci, localizada no Bairro Aracapé. Em seguida, outro veículo da Enel foi incendiado – este, no Residencial José Euclides Ferreira Gomes, no bairro Jangurussu.

Na mesma tarde, por volta das 15h47min, no Bairro Presidente Vargas, um veículo da Cagece foi incendiado. Às 16h06min, na Avenida Fluminense, no Bairro Canindezinho, suspeitos ainda não identificados incendiaram outro coletivo. Às 16h32min, um carro de uma empresa de telefonia foi incendiado no Bairro Mondubim. Às 17h20min, no Bairro Jangurussu, indivíduos incendiaram uma topique.

Diante da situação, as polícias Civil e Militar do estado iniciaram uma série de ações conjuntas visando identificar e prender pessoas envolvidas com as ações criminosas. O policiamento ostensivo foi reforçado e policiais militares que estavam de férias foram convocados para retornar às atividades. O efetivo nas ruas foi reforçado também por policiais civis que participavam de cursos e tiveram suas aulas suspensas. Policiais militares acompanharão a frota de ônibus com o objetivo de inibir novos ataques e garantir a segurança no transporte público.

Por meio de nota, a SSPDS-CE, informou que as investigações são coordenadas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, e que o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará também está atuando para atender ocorrências.