Primeiro dia de testagem no Aeroporto Salgado Filho termina sem confirmação de casos de Covid-19

Primeiro dia de testagem no Aeroporto Salgado Filho termina sem confirmação de casos de Covid-19

Testes começaram a ser aplicados nesta segunda-feira, em passageiros de voos provenientes de três regiões do país

Correio do Povo / Rádio Guaíba

Ao todo, 68 testes foram aplicados nesta segunda-feira

publicidade

O primeiro dia de ações de controle sanitário, realizadas nesta segunda-feira, no Aeroporto Internacional Salgado Filho terminou sem o registro de confirmação de casos de coronavírus. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ao todo 68 testes rápidos de Antígeno (TR Ag) foram aplicados, entre as 14h e 17h, em passageiros provenientes de voos de São Paulo, Campinas (SP), Rio de Janeiro e Curitiba – cidades pertencentes a estados que já tiveram a confirmação de casos da cepa indiana, considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) uma variante de preocupação (VOC).

Ainda segundo a SMS, a ideia da proposta é testar passageiros que desembarquem em Porto Alegre com origem do exterior, independente de escala prévia no Brasil, além de passageiros de viagens domésticas com origem nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. A duração prevista é de 14 dias corridos, com 14 voos domésticos diários. Por semana, também há chegada prevista de quatro voos internacionais, provenientes do Panamá.

Além de promover a identificação e a testagem, já no aeroporto, de pessoas sintomáticas ou assintomáticas que possam ter tido contato com novas variantes do coronavírus, a iniciativa pode servir de exemplo para o resto do país. A Frente Nacional de Prefeitos conheceu a ação em reunião com a participação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta segunda-feira. O objetivo é de que outros aeroportos brasileiros possam adotar operações semelhantes para frear a disseminação do vírus.

Metodologia

O controle envolve identificação do passageiro: nome completo, telefone, e-mail, endereço de moradia ou do local da estadia em Porto Alegre, cidade/país origem da viagem, itinerário nos últimos 14 dias; triagem quanto à presença de sinais e sintomas; e oferta de testagem, com Teste Rápido de Antígeno (TR Ag). No caso de resultado positivo, o passageiro passa pela coleta de Teste de RT-PCR, conforme avaliação da equipe, além de orientação estrita de quarentena por 14 dias.

A iniciativa é realizada pela prefeitura de Porto Alegre em parceria com a Ufrgs/Escola de Enfermagem, Fraport Brasil, empresas aéreas Latam, Azul, Gol e Copa, além da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895