Proibição das carroças é adiada para setembro

Proibição das carroças é adiada para setembro

Decisão surpreendeu defensores dos animais, que consideraram a medida um retrocesso

Mauren Xavier / Correio do Povo

Proibição das carroças é adiada para setembro

publicidade

A proibição da circulação de carroças na região central de Porto Alegre, que estava prevista para começar neste mês, foi adiada para setembro. A prorrogação no início do calendário de suspensão desse tipo de atividade na capital foi publicado no Diário Oficial de Porto Alegre. A decisão surpreendeu defensores dos animais, que consideraram a medida um retrocesso ao projeto.

Segundo o autor da lei das Carroças, que estabeleceu o período de oito anos para a proibição total da circulação delas, e atual vice-prefeito, Sebastião Melo, a medida foi importante para que fossem feitos ajustes. Além disso, ele ressaltou que, diferente do que estava previsto, o calendário da proibição foi encurtado. Para implantar a lei, a cidade foi dividida em cinco zonas e a proibição seria gradual até 2016 e foi antecipado para 2015.

Pela cronograma inicial, a circulação das carroças deveria começar a ser proibida no início de março na chamada Zona 1, que corresponde ao trajeto da avenida Edvaldo Pereira Paiva, Ipiranga até a Antônio de Carvalho e depois seguindo pela Bento Gonçalves até o limite com o município de Viamão.

Segundo a vereadora Lourdes Sprenger (PMDB), não houve discussão sobre a mudança do calendário. A vereadora lembrou que esse prolongamento no tempo prejudica a implantação da lei que prevê a suspensão desse tipo de atividade.

Segundo o vice-prefeito, houve demora no processo de migração desses trabalhadores. Ele explicou que o governo está realizando o cadastramento e buscando identificar a melhor maneira de garantir a inserção deles no mercado de trabalho.


Bookmark and Share

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895