RS recebe 341 mil doses em início de distribuição da CoronaVac e começa hoje vacinação

RS recebe 341 mil doses em início de distribuição da CoronaVac e começa hoje vacinação

Imunização no Estado deverá começar com administração da primeira dose no Hospital de Clínicas, em Porto Alegre

Correio do Povo

São Paulo ficará com a maior quantidade de doses: 1.349.200

publicidade

Uma cerimônia simbólica em São Paulo, que contou com a presença do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e de governadores, marcou, no começo da manhã desta segunda-feira, o início da distribuição de 4,5 milhões de doses da CoronaVac para os territórios brasileiros. O Rio Grande do Sul, segundo o governador Eduardo Leite, irá receber 341 mil doses, das quais 311.680 vão para os grupos prioritários da população em geral e 30.120 para indígenas, também considerados prioridade.

De acordo com o tucano, a aplicação deve começar ainda na noite de hoje, com previsão para as 21h30min, horário autorizado pelas autoridades nacionais. A vacinação em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul deverá ser iniciada no hospital de Clínicas, com uma funcionária da linha de frente do combate ao novo coronavírus. 

A cerimônia, realizada no aeroporto de Guarulhos, ocorreu com a manifestação de Pazuello sobre como será a distribuição de vacinas. Outros governadores falaram e, logo depois disso, os líderes estaduais se dirigiram ao local em que as doses foram estocadas. 

Veja Também

Ainda nesse domingo o ministério estabeleceu quantas caixas e doses da vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac ao lado do Instituto Butantan irão para cada Estado. São Paulo ficará com a maior quantidade de doses da CoronaVac: 1.349.200, seguido por Minas Gerais, com 561.120.

O Ministério da Saúde fará o transporte das caixas por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass às unidades federadas do país que necessitam do transporte aéreo para a chegada das doses. Cada estado fará a distribuição aos municípios junto com o Ministério da Defesa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895