Santa Catarina tem nove pessoas desaparecidas e 200 desalojadas após chuvas

Santa Catarina tem nove pessoas desaparecidas e 200 desalojadas após chuvas

Cidades de Presidente Getúlio, Ibirama e Rio do Sul foram as mais atingidas pelo temporal

R7

Presidente Getúlio, Ibirama e Rio do Sul são as cidades mais atingidas

publicidade

Pelo menos nove pessoas seguem desaparecidas nesta sexta-feira após o temporal que atingiu diversas cidades de Santa Catarina na noite dessa quarta-feira. Segundo informações da Defesa Civil, mais de 200 pessoas estão fora de suas casas. Até o momento, são 55 desabrigados e 144 desalojados.

Até o momento, foram confirmados 12 mortos e dois desparecidos em Rio do Sul. As cidades de Presidente Getúlio, Ibirama e Rio do Sul são as mais atingidas pelos temporais. O município de Presidente Getúlio foi atingido por uma forte enxurrada e contabiliza 11 mortes, 7 pessoas desaparecidas, 147 desabrigados, 137 desalojados e 1.600 afetados. Segundo o governo, será decretado estado de calamidade pública.

Na cidade de Rio do Sul, o governo estadual abriu um abrigo para acolher as vítimas das inundações. Na localidade, duas pessoas estão desaparecidas e 36 desabrigadas, alojadas em três abrigos. 

Veja Também

Danos em várias cidades 

Em Aurora, os alagamentos foram registrados em diversos pontos do município. Além disso, também foram constatados transbordamentos de lagoas e inundações de casas. Segundo a Defesa Civil, houve escoamento de barro na rodovia SC-350, causando transtornos para o fluxo de veículos.

No município de Apiúna, foram registrados danos em estruturas públicas, pontilhões em ruas. Já em Ascurra, os maiores problemas foram deslizamentos, enxurradas e até danos em vias públicas, prejudicando o trânsito de alguns moradores. 

Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça também relataram ocorrências de deslizamentos e pontos de alagamentos em vários bairros. Na cidade de Ibirama, onde ao menos uma pessoa morreu, há 64 pessoas desalojadas e 16 desabrigadas. O grupo foi transferido para um abrigo do município. 

A Defesa Civil registrou ainda danos em ponte localizada em Santa Rosa do Sul e um deslizamento de terra que danificou uma casa em Siderópolis. As chuvas também deixaram três pessoas desalojadas e causaram quedas de árvores na cidade de Urussanga. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895