Setor de eventos pede socorro com bonecos em viaduto de Porto Alegre

Setor de eventos pede socorro com bonecos em viaduto de Porto Alegre

Manifestação foi registrada na confluência das avenidas Plínio Brasil Milano, Augusto Meyer e Carlos Gomes

Correio do Povo

Cartazes colados neles alertavam também que o segmento está "morrendo”

publicidade

Dois bonecos amanheceram junto do viaduto existente na confluência das avenidas Plínio Brasil Milano, Augusto Meyer e Carlos Gomes, entre os bairros Auxiliadora e Higienópolis, em Porto Alegre.

Um deles estava no alto do viaduto, de camisa branca e calça cinza. Já o outro, todo de preto, havia sido colocado na base de um poste de concreto no local.

Neles estavam cartazes onde se liam “socorro” e “o setor dos eventos está morrendo”. Trata-se de um protesto do segmento que organiza eventos, festas, celebrações e shows, entre outras atividades, na cidade.

Empresas e profissionais da área estão sendo castigados pela pandemia do novo coronavírus e consequentemente penalizados pelas medidas restritivas dos decretos. Eles pedem ajuda para sobreviver durante a crise.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895