Trensurb tem queda de 81,5% de passageiros transportados

Trensurb tem queda de 81,5% de passageiros transportados

Restrições de movimentação e temor com a doença derrubaram a utilização do meio de transporte

Jessica Hübler

Empresa tem reforçado os cuidados de higiene para evitar contágios

publicidade

Em meio à pandemia de Covid-19, a Trensurb segue registrando números reduzidos de passageiros transportados na Região Metropolitana. Na terça-feira, foram 29.216 embarques no metrô, o que corresponde a uma demanda 81,5% menor que a média de usuários transportados por dia útil na primeira quinzena de março (157.636). Desde o dia 13 de março, a demanda no sistema metroviário tem diminuído significativamente em função das medidas de prevenção à propagação do coronavírus. Na manhã desta quarta-feira, os trens operaram com intervalos de 10 minutos no trecho de maior movimento, da Estação Sapucaia até a Estação Mercado, no período entre 6h26 e 7h26, evitando aglomerações nas estações e trens. 

No trecho Novo Hamburgo - Sapucaia, os intervalos foram de 15 minutos. No sentido inverso, da Estação Mercado à Estação Novo Hamburgo, os intervalos entre viagens também foram de 15 minutos. Nesse período, circularam pelo sistema metroviário cinco composições formadas por trens acoplados (totalizando oito carros) e três composições simples (quatro carros).

Depois do horário de pico, os intervalos voltaram a ser de 30 minutos, como tem sido desde segunda-feira (23), com a circulação de quatro composições de oito carros. Os intervalos maiores que o normal ocorrem devido à demanda reduzida no sistema, levando em consideração a recomendação das autoridades para que a população permaneça em suas residências, e também por conta do baixo efetivo em função da dispensa de empregados no grupo de risco da Covid-19.
 
Uma parceria entre Trensurb e a Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) também contribui para evitar aglomerações no sistema metroviário nos horários de pico. Na tarde de terça-feira e na manhã desta quarta, ônibus metropolitanos das empresas Vicasa e Real fizeram o transporte junto à linha do trem entre o Centro de Porto Alegre e os municípios de Canoas e Sapucaia do Sul.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895