Trensurb testa bilhete com QR Code na estação Mercado
capa

Trensurb testa bilhete com QR Code na estação Mercado

Projeto é desenvolvido em parceria com a ATP integrado ao sistema atual SIM/TRI

Por
Henrique Massaro

Até sexta-feira, das 10h às 16h, os bilhetes podem ser adquiridos em dinheiro em um ponto exclusivo

publicidade

A Trensurb começou nesta segunda-feira um período experimental do bilhete unitário com QR code na Estação Mercado. Até esta sexta-feira, das 10h às 16h, os bilhetes podem ser adquiridos em dinheiro em um ponto exclusivo e identificado. O projeto é desenvolvido em parceria com a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Porto Alegre (ATP) integrado ao sistema atual SIM/TRI.

Este período até sexta consiste em uma primeira fase de um processo de modernização da Trensurb. Testes semelhantes já ocorreram em março e abril em uma parceria com o consórcio TEU. De acordo com o superintendente de Desenvolvimento Comercial Euclides Heron Reis, a ideia é implementar novas tecnologias ao transporte. Futuramente, até mesmo mecanismos de reconhecimento facial, terminais de autoatendimento e recarga online dos cartões de passagem antecipada devem ser adotados.



O funcionamento do sistema com QR code é simples. O passageiro compra o bilhete que vem com o código impresso. Em seguida, o usuário aproxima a passagem do leitor na catraca exclusiva para este tipo de bilhete e tem seu acesso liberado. Ao fim do período experimental, a bilheteria e o equipamento exclusivo deixam de funcionar para que os resultados sejam analisados. Os testes são desenvolvidos sem custos para a Trensurb.

QR code é a abreviação para quick response, que, em inglês, quer dizer resposta rápida. O código é facilmente escaneado por smartphones e convertido em algum texto, imagem, link etc. Trata-se de uma solução considerada inovadora por proporcionar agilidade aos passageiros, além de reduzir custos operacionais.