Vítimas das chuvas em São Paulo recebem assistência de voluntários da Igreja Universal
capa

Vítimas das chuvas em São Paulo recebem assistência de voluntários da Igreja Universal

Cerca de 100 participantes da iniciativa se deslocaram para dar assistências a quem perdeu suas casas ou teve que abandoná-las

Por
Correio do Povo

Universal também recolhe doações para vítimas

publicidade

 Para ajudar famílias desalojadas por conta da intensa chuva que atingiu o estado de São Paulo e paralisou a capital paulista na segunda-feira, os voluntários do Unisocial – projeto social mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus – estão promovendo uma campanha de doação. Cerca de 100 participantes da iniciativa se deslocaram para dar assistências a quem perdeu suas casas ou teve que abandoná-las por medida de segurança.

O responsável do grupo da Evangelização do Brasil, Leandro Zangarini, avalia que o apoio da Universal em momentos como esse é de grande importância. “Além de prestar o auxílio social às pessoas que perderam tudo, oferecemos também apoio emocional para quem está desestruturado pela perda de muitos bens”, relata. Além disso, a Universal está recolhendo donativos (água mineral, alimentos não perecíveis, colchão, cobertor e roupas de cama, produtos de higiene e fraldas, e roupas e calçados).

No mês passado, cerca de 10 mil pessoas ficaram desalojadas no Espírito Santo, enquanto em Minas Gerais pelo menos 55 morreram e mais de 40 mil ficaram desabrigadas. Em meio a todos esses desastres a Universal reuniu mais de seis mil voluntários para auxiliar as vítimas.

Chuva histórica

De acordo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume da precipitação foi o maior dos últimos 37 anos para o mês de fevereiro, apesar de ser época de chuvas na região Sudeste do Brasil. Entre as ocorrências, houve um deslizamento de terra no Morro do Socó, em Osasco, que atingiu uma comunidade que reside no local.