Áustria implementará terceiro confinamento rígido depois do Natal

Áustria implementará terceiro confinamento rígido depois do Natal

Somente as pessoas que realizarem testes poderão ter vida social a partir de 15 de janeiro

AFP

Homenagem aos mortos pelo coronavírus na Áustria

publicidade

O governo austríaco implementará um terceiro confinamento generalizado de 26 de dezembro a 24 de janeiro para tentar frear a pandemia do coronavírus, anunciou nesta sexta-feira (18) o governo. Segundo as autoridades, somente as pessoas que realizarem testes poderão ter vida social a partir de 15 de janeiro.

"De 26 de dezembro até 24 de janeiro, as restrições sobre o toque de recolher serão aplicadas novamente todo dia", informou o governo em um comunicado. Até agora, o toque de recolher foi estabelecido entre as 20h e 6h.

Veja Também

A partir de 15 de janeiro, apenas os moradores que tiverem a comprovação da realização de um teste de antígeno poderão recuperar parte da vida social antes da suspensão total das medidas de restrição. As lojas e escolas fecharão novamente até 18 de janeiro. As autoridades locais e regionais deverão avaliar se manterão as estações de esqui abertas.

"Durante a semana de 18 até 24 de janeiro, as escolas, lojas e os restaurantes estarão abertos a todos aqueles que se submeteram a um teste de antígeno realizado há pelo menos uma semana", destacou o comunicado.

Os professores, os comerciantes em contato direto com a clientela e os condutores do transporte público serão submetidos a testes semanais a partir de 18 de janeiro.

Desde que a Áustria encerrou o último confinamento, no início deste mês, o índice de novos contágios oscilou entre 2.000 e 3.000 diários, enquanto o governo almeja uma taxa diária inferior a 1.000. Desde o início da pandemia, o país de 8,9 milhões de habitantes registrou 5.127 mortes e 332.532 contágios por Covid-19, segundo uma recontagem da AFP.

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895