Alemanha amplia lista de zonas mundiais de risco por pandemia

Alemanha amplia lista de zonas mundiais de risco por pandemia

Ministério das Relações Exteriores alertou para os riscos que representam as "viagens turísticas não essenciais" a essas áreas

AFP

publicidade

A Alemanha ampliou sua lista de regiões de risco e, neste momento, 17 dos 27 países da União Europeia (UE) estão incluídos – parcial, ou totalmente – nas áreas que se aconselha evitar, devido à pandemia de coronavírus. Na nova lista, publicada na quarta-feira à noite pelo Instituto Robert Koch de vigilância epidemiológica, passam a existir outras regiões da Bélgica, da Islândia, da França e do Reino Unido. Países inteiros, como a Espanha, continuam incluídos.

O Ministério alemão das Relações Exteriores alertou para os riscos que representam as "viagens turísticas não essenciais" a essas áreas, onde o número de infecções por Covid-19 ultrapassou 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias. Os turistas que retornarem dessas regiões terão de passar por um teste de diagnóstico e respeitar um período de isolamento até o resultado do exame.

Considerada um modelo no manejo da pandemia, a Alemanha registra um ressurgimento do número de infecções, ligadas principalmente ao retorno das férias de verão (inverno no Brasil). A chanceler Angela Merkel considerou as novas restrições necessárias para evitar o aumento dos casos de contágio no país. Segundo ela, se essa decisão não fosse tomada, o número de casos diários poderia passar de 19 mil por dia, contra atuais 2.400.

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895