Australianos fogem de inundações que deixaram 13 mortos

Australianos fogem de inundações que deixaram 13 mortos

Milhares de pessoas foram forçadas a deixar casas no país

AFP

Australianos fogem de inundações que deixaram 13 mortos

publicidade

Ao menos 13 pessoas morreram nas inundações que afetam a costa leste da Austrália, enquanto uma forte tempestade avançava nesta quarta-feira em direção a Sydney, a maior cidade do país.

O balanço de vítimas fatais subiu para 13 nesta quarta-feira, após uma semana de chuvas que arrastaram veículos e forçaram dezenas de milhares de pessoas a fugir de suas casas quando as águas atingiram suas varandas e telhados.

"Isto é terrível, terrível. Uma vida perdida é muito", declarou o vice-primeiro-ministro do estado de Nova Gales do Sul, Paul Toole. As mortes aconteceram nos estados de Queensland e Nova Gales do Sul.

Veja Também

Depois de atingir Queensland, a tempestade seguiu para o sul, com fortes chuvas e inundações em Nova Gales do Sul, incluindo Sydney, a maior cidade da Austrália. "Hoje o foco está em Sydney. Esperamos fortes chuvas durante a tarde e noite, até quinta-feira", advertiu Tool.

A represa de Warragamba, a principal de Sydney, atingiu a capacidade máxima e começou a transbordar na manhã de quarta-feira, disse Toole. Ele pediu aos moradores da área que abandonem suas casas em caso de ordem neste sentido. 



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895