Belarus: todos soldados russos deixarão o país após manobras conjuntas

Belarus: todos soldados russos deixarão o país após manobras conjuntas

Manobras da Rússia no país começaram em 10 de fevereiro

AFP

Algumas tropas russas já deixam Belarus

publicidade

As autoridades bielorrussas garantiram, nesta quarta-feira (16), que todos os soldados russos destacados em seu território para realizar manobras militares deixarão o país assim que esses exercícios terminarem, em 20 de fevereiro. "Não restará um único soldado, uma única equipe no território bielorrusso após as manobras militares", disse o ministro das Relações Exteriores, Vladimir Makei, em entrevista coletiva.

O chanceler bielorrusso justificou as manobras pela atuação da Otan na região, em um contexto tenso pelas acusações dos países ocidentais de que a Rússia prepara uma invasão à Ucrânia. "É uma resposta às ações tomadas por nossos parceiros ocidentais", afirmou Makei, acrescentando que nem Moscou nem Minsk têm interesse em que haja uma guerra.

As manobras russas em Belarus começaram em 10 de fevereiro, mas foram precedidas por uma importante mobilização das forças desde janeiro, com envio de blindados, baterias antiaéreas e caças. Esses exercícios realizados ao lado de um estreito aliado de Moscou coincidiram com o envio de mais de 100.000 soldados para a fronteira com a Ucrânia. Segundo as autoridades, uma retirada parcial essas tropas já começou.

Em um sinal de desescalada, o Ministério da Defesa da Ucrânia anunciou na manhã de quarta-feira que o adido militar de seu país na Bielorrússia pôde participar de alguns exercícios no dia anterior.

Veja Também



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895