Boeing pagará R$ 13,5 bilhões por investigação envolvendo 737 MAX

Boeing pagará R$ 13,5 bilhões por investigação envolvendo 737 MAX

Dinheiro será usado para pagar compensação a passageiros, multa criminal e estabelecer fundo de vítimas de acidentes

R7

Dinheiro será usado para pagar compensação a passageiros e multa criminal

publicidade

A fabricante de aeronaves norte-americana Boeing vai pagar mais de R$ 13,5 bilhões (US$ 2,5 bilhões) para resolver a investigação sobre dois acidentes envolvendo o 737 MAX que mataram 346 pessoas. A informação é do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

De acordo com o órgão, o acordo inclui uma multa monetária criminal de US$ 243,6 milhões, pagamentos de compensação aos clientes da companhia aérea 737 MAX da Boeing de R$ 9,5 bilhões (US$ 1,77 bilhão).

Há ainda o estabelecimento de um fundo de beneficiários de vítimas de acidentes de R$ 2,7 bilhões (US$ 500 milhões) para compensar herdeiros, parentes e beneficiários legais os passageiros.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895