Bolsonaro nomeia Temer e Skaf para delegação que vai ao Líbano

Bolsonaro nomeia Temer e Skaf para delegação que vai ao Líbano

Grupo deve oferecer ajuda para país reconstruir Beirute

Agência Brasil

País enfrenta protestos após explosão que destruiu parte de Beirute

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro nomeou os integrantes da delegação que vai representar o governo brasileiro em missão especial a Beirute entre 12 e 15 de agosto. O decreto presidencial com a nomeação foi publicado nesta segunda-feira,  em edição extra do Diário Oficial da União. Entre os escolhidos estão o ex-presidente Michel Temer, os senadores Nelson Trad Filho e Luiz Pastore, o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Flávio Viana Rocha, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Uma explosão na região portuária de Beirute,  causada por problemas no armazenamento de cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio, substância usada na produção de explosivos e fertilizantes, causou pânico e destruição na capital libanesa e dexou mais de uma centena de mortos e milhares de feridos, muitos com queimaduras graves. O impacto da explosão foi sentido até no Chipre, a mais de 200 km da costa libanesa.

Nesta segunda-feira, o primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, anunciou a renúncia de seu governo em decorrência da tragédia.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895