Coreia do Norte lança "diversos projéteis não identificados", diz agência sul-coreana

Coreia do Norte lança "diversos projéteis não identificados", diz agência sul-coreana

Mísseis disparados na semana passada eram "advertência solene" aos EUA e Coreia do Sul

AFP

Não houve confirmação do lançamento por parte de Pyongyang

publicidade

A Coreia do Norte lançou "diversos projéteis não identificados" nesta quarta-feira (horário local), informou a agência sul-coreana Yonhap, dias após lançar dois mísseis como um alerta sobre os planos de manobras militares de Seul com os Estados Unidos.

"Os projéteis foram lançados da península de Hodo, na província de South Hamgyong, na costa leste do país", afirmou a agência, citando o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul. Não houve confirmação do lançamento por parte de Pyongyang.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, havia dito que os dois mísseis disparados na semana passada sob sua supervisão pessoal eram uma "advertência solene" sobre os exercícios militares planejados na Coreia do Sul com os Estados Unidos, e que os mísseis eram armas táticas recém-criadas.

O lançamento da semana passada foi o primeiro desde que Kim e o presidente dos EUA, Donald Trump, concordaram em retomar as negociações nucleares durante uma reunião improvisada em junho, na zona desmilitarizada entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. O diálogo em nível de trabalho ainda não começou e, mesmo antes dos recentes lançamentos, Pyongyang alertou que as negociações poderiam ser prejudicadas pela recusa de Washington e Seul de acabar com as manobras anuais entre soldados sul-coreanos e americanos.

No entanto, Trump depois minimizou a linguagem belicosa de Kim, dizendo que o líder norte-coreano estava advertindo a Coreia do Sul, não os Estados Unidos. "Ele não enviou uma advertência aos Estados Unidos", disse o presidente, que repetidamente divulgou seu relacionamento com Kim, considerado um dos ditadores mais repressivos do mundo. "Eles têm suas disputas, os dois têm suas disputas".


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895