Crescente Vermelho palestino denuncia ataques perto hospital em Gaza

Crescente Vermelho palestino denuncia ataques perto hospital em Gaza

Diretor da instituição recebeu uma ordem de evacuação do Exército israelense

AFP

publicidade

O Crescente Vermelho palestino expressou grande preocupação com os ataques registrados perto de um de seus hospitais no norte da Faixa de Gaza, onde civis estão refugiados para fugir dos bombardeios israelenses.

"Ataques de artilharia e aéreos contínuos na área de Tel al Hawa em Gaza, onde fica o hospital Al Quds", afirmou a organização na rede social X. "O edifício treme e os civis deslocados, assim como as equipes de trabalho, sentem medo e pânico", acrescentou.

O Crescente Vermelho já havia relatado bombardeios nesta área no domingo à noite.

O diretor do hospital explicou à AFP que recebeu uma ordem de evacuação do Exército israelense.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) chamou a ordem de "profundamente preocupante" e destacou que era impossível evacuar um hospital sem colocar a vida dos pacientes em perigo.

O centro de saúde também abriga 14.000 pessoas que se refugiam dos ataques israelenses, segundo o Crescente Vermelho.

Israel já acusou diversas vezes o Hamas de utilizar hospitais para esconder armas e combatentes, o que o movimento islamista palestino nega.

Milicianos do Hamas invadiram Israel a partir de Gaza em 7 de outubro e executaram o ataque mais violento desde a criação do Estado hebreu em 1948. Em represália, Israel efetua bombardeios incessantes e combates terrestres na Faixa de Gaza.

Milhares de civis morreram nos dois lados desde o início do conflito.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895