Joe Biden consegue virada na Pensilvânia e fica próximo de ser o novo presidente dos EUA

Joe Biden consegue virada na Pensilvânia e fica próximo de ser o novo presidente dos EUA

Candidato democrata superou Trump na Geórgia e abriu caminho para a vitória

Correio do Povo

Joe Biden consegue virada na Pensilvânia e deve ser eleito o novo presidente dos EUA

publicidade

Com duas viradas nesta sexta-feira, o candidato democrata Joe Biden está muito próximo de ser eleito o novo presidente dos Estados Unidos. Depois de buscar a liderança na Geórgia, Biden passou à frente na Pensilvânia, de acordo com informações da rede de notícias norte-americana CNN. Dessa forma, com a projeção atual, ele poderá somar 36 votos eleitorais e chegar à marca de 289 votos eleitorais, mais do que o suficiente para assegurar o lugar mais importante na Casa Branca. 

Veja Também

Pelos números atuais, os votos vindos da Pensilvânia já podem assegurar à presidência para Joe Biden, uma vez que o território destina ao vencedor 20 votos eleitorais. Assim, o candidato democrata somaria 273, ultrapassando o número de 270 que marca a linha de chegada na corrida presidencial. A CNN informa que ainda há votos a serem contados na Philadelphia e a virada de Biden veio a partir da última atualização divulgada nesta sexta.  

Uma amostra do crescimento decisivo de Biden na Pensilvânia está nos números liberados pelo estado. Dos mais de 31 mil votos computados nas últimas horas, 87% foram destinados para o candidato democrata. A diferença para Trump na recente liderança no território já ultrapassou os 5,5 mil votos. Conforme a CNN, em termos de porcentagem, Biden tem 49,4%, enquanto Trump está com 49,3%. 

A liderança de Biden na Pensilvânia praticamente inviabiliza a reeleição de Trump. A chance do republicano estava fundamentada neste local e, desde o começo da contagem, o atual presidente aparecia como líder nas projeções. A modificação do panorama se deu nas primeiras horas desta sexta, com a primeira virada na Geórgia e a vantagem na Pensilvânia. 

Arizona e Nevada 

Como se não bastasse a primeira colocação na Pensilvânia e na Geórgia, Biden ainda consegue se manter à frente em outros estados onde a contagem também não terminou: Arizona e Nevada. De acordo com a CNN, no primeiro território, o democrata lidera com mais de 47 mil votos de diferença, e no segundo há uma vantagem superior a 11 mil. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895