capa

Fisher-Price anuncia recall de 4,7 milhões de cadeiras de bebê após mortes

Equipamentos provocaram cerca de 30 mortes em uma década

Por
AFP

A Fisher-Price "anuncia o recall de todas as unidades do 'Rock n Play Sleeper'

publicidade

O grupo americano Mattel anunciou nesta sexta-feira que vai fazer um recall de 4,7 milhões de cadeiras de bebê da marca Fisher-Price disponíveis no mercado mundial, após as autoridades dos Estados Unidos indicarem que estas provocaram cerca de 30 mortes em uma década. 

A Fisher-Price "anuncia o recall de todas as unidades do 'Rock'n Play Sleeper' devido aos casos reportados de mortes de crianças enquanto estavam se balançando (...) sem estarem atadas", informou a empresa através do Twitter, acrescentando que estava agindo de acordo com a orientação da Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos.

A medida vale para o Brasil também. A empresa abriu canais de informações a consumidores: https://faleconosco.mattel.com.br/, o telefone 0800-550-780 ou o e-mail sac.matteldobrazil@mattel.com . A ligação é gratuita. O recall também não irá gerar custos aos consumidores, segundo a empresa. 

Comissão advertiu sobre o produto após 32 mortes em dez anos

No dia 5 de abril, a comissão emitiu uma advertência sobre o produto, citando a morte de 32 crianças desde 2009, ano do início da comercialização do produto, "após os bebês virarem de cabeça para baixo ou de costas, quando não estavam atados" pelo cinto de segurança da cadeira.

Segundo a Fisher-Price, a comissão pediu aos consumidores para deixarem de usar a cadeira a partir dos três meses de vida, ou "assim que os bebês começarem a se movimentar sozinhos". O recall do "Rock'n Play Sleeper" também foi solicitado pela Associação Americana de Pediatria.