Forte terremoto atinge a Turquia e deixa 4 mortos e 120 desaparecidos

Forte terremoto atinge a Turquia e deixa 4 mortos e 120 desaparecidos

Sismo, que ocorreu no mar Egeu, fez desabar milhares de prédios

AFP, R7 e Correio do Povo

Forte terremoto provocou desabamento de prédios na Turquia

publicidade

A Turquia registrou um forte terremoto de magnitude 7 na escala Richter, que provocou o desabamento de vários prédios - informaram o Instituto Geofísico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) e a imprensa local. Até o momento, foi contabilizado quatro mortes, sendo um por afogamento, e 120 pessoas desaparecidas, de acordo com comunicado do governo turno. Sentido em Istambul e em Atenas, o sismo ocorreu no mar Egeu, ao sudoeste de Izmir, terceira cidade da Turquia, e perto da ilha grega de Samos. 

Na Grécia, os moradores das áreas em que o tremor foi sentido foram aconselhados a ficarem dentro de casa. Em nota, o governo pediu que a população desocupe prédios e deixe as ruas livres para a passagem de veículos de emergência. A Grécia se encontra situada sobre importantes falhas geológicas e os terremotos são frequentes, sobretudo, no mar, e não costuma provocar mortos.

"Quatro dos nossos concidadãos perderam a vida no terremoto (...) No total, 120 dos nossos concidadãos ficaram feridos", declarou o ministro turco da Saúde, Fahrettin Koca, no Twitter.

"Neste momento, recebemos informações, segundo as quais seis imóveis desabaram em Bornova e Bayrakli", na província de Izmir, anunciou o ministro turco do Interior, Suleyman Soylu, no Twitter. "Alguns dos nossos concidadãos estão sob os escombros", acrescentou o ministro do Meio Ambiente, Murat Kurum, que relatou a queda de cinco edifícios.

De acordo com a Chancelaria turca, os ministros das Relações Exteriores de Grécia e Turquia "destacaram que estão prontos para, em caso de necessidade, se ajudar e apoiar mutuamente". Segundo as autoridades turcas, o terremoto teria sido de magnitude 6,6. O USGS informa que teria alcançado em torno de dez quilômetros de profundidade.

As emissoras de televisão do país mostravam imagens de grandes nuvens de poeira, enquanto os moradores corriam para as ruas, em pânico. O governador de Istambul, Ali Yerlikaya, disse que, até o momento, não há informações sobre danos na capital econômica do país. "Todas as nossas instituições começaram a se deslocar para o local para iniciar os esforços necessários", declarou o presidente Recep Tayyip Erdogan no Twitter.

Veja os vídeos


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895