Governo japonês libera ajuda a vítimas de tufão
capa

Governo japonês libera ajuda a vítimas de tufão

Cerca de US$ 6,5 milhões de fundo emergencial foram encaminhados

Por
AFP

Hagibis deixou pelo menos 74 mortos no país

publicidade

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, anunciou nesta quarta-feira uma ajuda de emergência de 710 milhões de ienes (6,5 milhões de dólares) para as vítimas do tufão Hagibis, que deixou pelo menos 74 mortos no país. A ajuda imediata pretende melhorar as condições de vida nos refúgios das regiões afetadas, que abrigavam 4.400 pessoas nesta quarta-feira, segundo a agência de notícias Kyodo.

Os fundos representam uma parcela ínfima da reserva especial de 500 bilhões de ienes que o Estado japonês dispõe para administrar as situações de desastre. O governo deu a entender que poder liberar uma ajuda maior após um decreto de estado de catástrofe natural, procedimento legal que exige mais tempo.

Tóquio também decidiu acelerar a distribuição de subsídios já previstos para 300 áreas afetadas pelo tufão. Empresas privadas, como Sony, Fast Retailing (Uniqlo) e Marubeni, também anunciaram doações financeiras ou materiais (roupas, por exemplo). O Japão prossegue com as buscas por sobreviventes mais de três dias após a passagem do tufão, que afetou o centro, leste e nordeste do país.