Itália proíbe entrada de viajantes de Brasil, Chile e Peru

Itália proíbe entrada de viajantes de Brasil, Chile e Peru

Viajantes que passaram ou transitaram nas últimas duas semanas por países considerados de alto risco não poderão entrar na Itália

Por
AFP

Cerca de 35.000 pessoas morreram por conta da Covid-19 e 242.000 casos foram registrados na Itália


publicidade

Nesta quinta-feira, a Itália proibiu a entrada de viajantes de Brasil, Chile, Panamá, República Dominicana, Peru e outros países, considerados de alto risco de contaminação por coronavírus.

Os viajantes que passaram ou transitaram nas últimas duas semanas pelo Brasil, Armênia, Bahrein, Bangladesh, Bósnia-Herzegovina, Chile, Kuwait, Macedônia do Norte, Moldávia, Omã, Panamá, Peru e República Dominicana não podem entrar na Itália sem mais pedidos.

Um decreto nesse sentido foi assinado pelo Ministério da Saúde, de acordo com os Ministérios das Relações Exteriores, Interior e Transportes.

Primeiro país afetado fora da China, na Itália, cerca de 35.000 pessoas morreram com a epidemia do novo coronavírus e 242.000 casos de contaminação foram registrados.


Em várias regiões do mundo, a pandemia, que causou mais de 550.000 mortes desde o final de dezembro, continua avançando. O Brasil é agora o segundo país mais afetado, com quase 67.000 mortes, segundo cálculos da AFP, depois dos Estados Unidos (mais de 132.000 mortes).