Marinha da Tailândia encontra 65 náufragos rohingyas
capa

Marinha da Tailândia encontra 65 náufragos rohingyas

Autoridades investigam se grupo foi vitima de tráfico humano

Por
AFP

Entre as vítimas, foram resgatados 31 mulheres e cinco crianças

publicidade

Sessenta e cinco muçulmanos rohingyas foram encontrados em um barco naufragado na costa sul da Tailândia, anunciou a Marinha de Bangcoc, que investiga se o grupo foi vítima de tráfico. O barco foi encontrado na madrugada de terça-feira no Parque Nacional Marinho de Tarutao, a 400 km da fronteira com Mianmar.

Um total de 740.000 rohingyas fugiram de Mianmar em consequência da brutal repressão militar iniciada em 2017 contra a minoria apátrida no país de maioria budista. Muitos seguiram para campos de refugiados superlotados em Bangladesh e outros se tornaram vítimas das redes de tráfico de seres humanos quando buscavam uma vida melhor na Malásia ou Tailândia.

Um porta-voz da Marinha tailandesa informou que entre os rohingyas resgatados estavam 31 mulheres e cinco crianças. Um tailandês e cinco birmaneses estavam com o grupo. Eles afirmaram que estavam pescando na região e não tinham relação com os rohingyas, mas foram detidos e devem ser interrogados por sua conduta suspeita, informou a mesma fonte.