Negociador norte-coreano anuncia fracasso de consultas com EUA e acusa Washington

Negociador norte-coreano anuncia fracasso de consultas com EUA e acusa Washington

Enviado da Coreia do Norte, Kim Myong Gil, destacou que conversas não renderam avanços devido a "atitude habitual" dos estadunidenses

AFP

Enviado da Coreia do Norte, Kim Myong Gil, afirmou que deleção ficou muito decepcionada e que encontrou "esfriou o entusiasmo para dialogar"

publicidade

O enviado da Coreia do Norte responsabilizou os Estados Unidos pelo fracasso das consultas sobre o programa nuclear norte-coreano realizadas neste sábado em Estocolmo, apesar da nova escalada de Pyongyang com testes de mísseis. Esta foi a primeira tentativa de retomada do diálogo entre os dois países europeu após o fracasso da reunião de cúpula de Hanói, em fevereiro, entre o presidente americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

O enviado da Coreia do Norte, Kim Myong Gil, e o americano Stephen Biegun participaram de um encontro promovido pelo enviado especial sueco, Kent Harstedt, em uma propriedade localizada em uma ilha da capital sueca. "As negociações não atenderam às nossas expectativas e fracassaram (...) O fracasso destas conversas, que não resultaram em progresso algum, deveu-se unicamente aos Estados Unidos, que não abriram mão de sua atitude habitual", declarou Kim Myong Gil diante da embaixada norte-coreana em Estocolmo.

"Os Estados Unidos alimentaram as expectativas fazendo propostas de enfoque flexível, com métodos novos e soluções criativas. Mas nos decepcionaram muito e esfriaram nosso entusiasmo para dialogar ao não trazerem nada para a mesa de negociações", acrescentou o enviado.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895