Negociadores do Brexit viram noite sem alcançar acordo

Negociadores do Brexit viram noite sem alcançar acordo

Irlanda adverte para longo caminho até adesão à saída do bloco

Correio do Povo e Agências Internacionais

Negociadores mantém esperança após mais de três anos de tratativas frustradas

publicidade

Negociadores da União Europeia e do Reino Unido fracassaram na tentativa de chegar a um acordo sobre o Brexit durante uma frenética rodada de negociações que varou a madrugada desta quarta-feira em Bruxelas. O diálogo, no entanto, será retomado ao longo do dia, ainda na esperança de que as partes cheguem a uma posição consensual antes do encontro de cúpula da União Europeia, marcado para a quinta-feira.

Ambos os lados manifestaram a esperança de que, após mais de três anos de frustrações e reviravoltas, um acordo para o desligamento do Reino Unido do bloco continental seja formalizado nas próximas horas. O encontro de cúpula é o último a ocorrer antes do prazo final estipulado para o Brexit, 31 de outubro.

Otimistmo

"As negociações que acontecem atualmente entre Londres e a UE parecem durar, o que é positivo", afirmou o ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Yves le Drian. "Talvez possamos sair deste beco sem saída, o que seria muito positivo", declarou em uma entrevista ao canal BFMTV e à rádio RMC.

"Mas tudo que diz respeito ao Brexit é incerto", completou. As negociações serão retomadas nesta quarta-feira em Bruxelas para tentar alcançar um acordo sobre o Brexit ainda esta semana e afastar o temido cenário de um divórcio sem acordo em 31 de outubro.

Pendências

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, afirmou acreditar que Reino Unido e União Europeia alcancem um acordo sobre o Brexit até 31 de outubro, mas destacou que ainda restam muitas questões pendentes. "Estou convencido de que todas as partes são sérias na determinação de chegar a um acordo no fim do mês. Há um caminho para um possível acordo, mas há muitas questões que ainda precisam ser resolvidas", afirmou.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895